Menu principal
 

Transversalidade em Educação é tema de evento no IFC Araquari

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

O tema da transversalidade relacionado ao currículo, diversidade e inclusão foi discutido no IFC Araquari na última semana, durante o I Fórum da Transversalidade em Educação, que aconteceu na quarta-feira-feira, dia 6 de dezembro, no auditório da instituição. Uma noite de muitas ideias e reflexão e que teve dois educadores convidados, vindos da UFSC, para falar com o público presente.

O I Fórum da Transversalidade em Educação buscou o desenvolvimento de atividades reflexivas e contextuais que estabelecem relações entre a teoria e a prática. Lembrando que debater a transversalidade não é estabelecer uma nova disciplina, e sim explorar temáticas que visam a construção da cidadania, ética, meio ambiente, pluralidade cultural, saúde, orientação sexual, trabalho e consumo.

A primeira palestrante da noite foi a professora Suzani Cassiani, que falou sobre “Os efeitos de colonialidade no ensino de ciências: provocações para futuros professores”. Logo após, o professor Irlan Von Linsingen trouxe ideias a respeito de “Tecnologia social e educação CTS: processos emancipatórios e cidadania sociotécnica”. As palestras tiveram a mediação da professora Anelise Grünfeld de Lucca e o público pode fazer perguntas aos palestrantes, que estiveram à disposição.

Para um momento cultural nesta noite de muita aprendizado, foi convidada a banda New Song. Fundada em 2017, a banda tem o intuito de levar a música por meio de estilos não convencionais à cultura brasileira. Os músicos ensaiam semanalmente e fazem shows gratuitos por toda a região de Araquari.

Este fórum teve como  organizadores os estudantes do curso de Licenciatura em Química, com a orientação de seus professores André Luis Fachini, Anelise Grünfeld de Lucca e Marilandes Mol Ribeiro de Melo.  A prática da organização de um evento fez parte da disciplina de Pesquisa e Processo Educativo II.

Texto e imagens: CECOM/Araquari

Imprimir Imprimir