Menu principal
 

Projeto leva ensino de astronomia a alunos de escola municipal

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Você sabe o que é uma nebulosa? O pequeno Paulo, de apenas 8 anos, sabe. O estudante do 3º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Amaro Coelho, no Porto Grande, explica que é uma “nuvem de fumaça, poeira e gás, onde nascem as estrelas e os planetas.” Assim como ele, os outros 44 alunos, de duas turmas do período matutino, sabem não só sobre as nebulosas, mas muitos outros assuntos que envolvem astronomia.  Estes estudantes participam do projeto “Descobrindo o Céu”.
Implantado em 2013, no Centro de Educação Infantil Lindolpho da Silva, o projeto segue o crescimento e andamento da turma que trabalha atualmente. Na época, a primeira turma era o maternal. Segundo as idealizadoras e responsáveis pelo projeto, as professoras Lucélia Destefani e Grasiela Voss – a primeira leciona a disciplina de artes no Instituto Federal Catarinense (IFC) campus São Francisco do Sul; já a segunda, física no IFC Campus Araquari –  “Descobrindo o céu” tem como objetivo levar a física e a arte e fazer a alfabetização científica.
Segundo elas, a junção das duas disciplinas possibilita que, além de aprender sobre astronomia, os alunos possam ainda aplicar o conhecimento em uma peça artística. Nesta semana, as turmas realizaram uma das atividades que eles mais gostam: colocar em prática o que aprenderam. Eles fizeram uma aplicação em arte de uma nebulosa. A “nuvem de poeira, fumaça e gás”, como explicam as crianças, foi simbolicamente representada em um tubo com algodão, tinta e brilho. “O glitter são as estrelas que se formam nessa nuvem colorida”, explica uma das estudantes.
Nesses cinco anos de projeto, os alunos já produziram planetário e aprenderam sobre proporção de tamanho, distâncias e formas. Além disso, de participaram da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, promovido pela Organização Brasileira de Astronomia (OBA). No ano passado, a aluna Thaís Kraisch, conquistou a medalha de bronze na competição e todos os alunos receberam certificado de participação. O projeto deve continuar pelos próximos dois anos até a turma completar os cinco anos do ensino fundamental.
Texto: Prefeitura de Araquari
Imagens: Grasiela Voss
Notícia original neste LINK
Imprimir Imprimir