Menu principal
 

Orientações para Prevenção da Influenza

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Com o início da sazonalidade de influenza no Brasil, o Ministério da Saúde (MS), através de suas áreas técnicas e juntamente com as vigilâncias em saúde municipais, estaduais e do Distrito Federal monitora as ações de controle e prevenção para a gripe.

Todos os locais onde houver aglomeração de pessoas representam risco para a disseminação do vírus da gripe, especialmente naqueles sem ventilação natural. A gripe pode ser transmitida de forma direta por meio de secreções das vias respiratórias de uma pessoa doente ao espirrar, tossir ou falar, ou por meio indireto pelas mãos, que após contato com superfícies recentemente contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem levar o vírus diretamente para a boca, nariz e olhos.

O vírus da gripe pode permanecer por até oito horas no ambiente, principalmente em superfícies tocadas frequentemente por várias pessoas, como corrimões, interruptores de luz, maçanetas, carrinhos de supermercado, entre outros. O compartilhamento de materiais escolares, brinquedos, canetas, teclados de computador, por exemplo, também contribui para a transmissão. Por isso, é importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou utilizar o álcool gel, e evitar tocar os olhos, a boca e o nariz após o contato com essas superfícies.

A gripe provoca febre alta, calafrios, tosse, dor de cabeça, dor de garganta, cansaço e dores musculares. Quem estiver com febre alta, tosse e falta de ar deve procurar uma unidade de saúde em até 48 horas. O tratamento precoce com medicamentos antivirais ajuda a evitar a evolução para formas graves que podem levar a internação e ao óbito.

Para prevenir a gripe além da vacina, alguns cuidados são importantes:

– Proteja o nariz e a boca. Cubra-os enquanto espirra ou tosse e use lenços descartáveis.

– Evite tocar a boca e o nariz. Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas.

– Melhore a circulação de ar abrindo as janelas.

– Evite ficar por muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas.

– Ações simples como lavar as mãos e evitar tocar boca e nariz podem evitar contaminação com o vírus influenza.

– Não compartilhar utensílios (garrafas de água, copos, talheres, pratos, toalhas de rosto e alimentos;

– Mantenha hábitos saudáveis: coma bem, durma bem e faça exercícios.
Medidas preventivas são essenciais para evitar a gripe.
Ações simples como lavar as mãos e evitar tocar boca e nariz podem evitar contaminação com o vírus influenza.

Fonte: Ministério da Saúde
Imagens de divulgação
Adaptação Juliana Amadei

Imprimir Imprimir