Menu principal
 

I Fórum da Transversalidade em Educação

sábado, 2 de dezembro de 2017

Um importante debate sobre transversalidade em educação será realizado no próximo dia 06 de dezembro de 2017, no auditório do Instituto Federal Catarinense Campus Araquari. O evento acontecerá a partir das 19 horas, será aberto a toda a comunidade e não possui custo para participação.

O I Fórum da Transversalidade em Educação contará com dois palestrantes, ambos docentes na Universidade Federal de Santa Catarina e pós-doutores no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (Portugal). A professora Suzani Cassiani será a primeira a realizar sua palestra, que terá como título “Os efeitos de colonialidade no ensino de ciências: provocações para futuros professores”. Logo após, o professor Irlan Von Linsingen tratará da “Tecnologia social e educação CTS: processos emancipatórios e cidadania sociotécnica”.

O evento terá ainda dois momentos culturais, um deles protagonizado pela Banda New Song, e o outro com uma apresentação de teatro sobre a temática do evento. A programação do evento seguirá o seguinte cronograma:

  • 18h às 19h – Credenciamento
  • 19h às 19h30 – Abertura
  • 19h30 às 20h20 – Prof. Suzani
  • 20h20 às 20h40 – Debate
  • 20h40 às 21h – Coffe Break
  • 21h às 21h40 – Prof. Irlan
  • 21h40 às 22h – Debate
  • 22h às 22h30 – Atividade cultural

Para mais informações e inscrições, basta acessar o site do evento: transversalidadeifc.com. Lembrando que o Fórum da Transversalidade é um evento aberto ao público, com vagas limitadas e totalmente gratuito, realizado pelo curso de Licenciatura em Química, com o apoio do IFC Araquari.

_

O tema da transversalidade no IFC Araquari

O tema da transversalidade relacionado ao currículo, diversidade e inclusão é desenvolvido na disciplina Pesquisa e Processos Educativos (PPE) do curso de Licenciatura em Química. Este ano acontecerá o I Fórum da Transversalidade em Educação, que busca o desenvolvimento de práticas reflexivas e contextuais que estabelecem relações entre a teoria e a prática, fomentando a experiência da sala de aula, aliando a teoria ao exercício da prática profissional. Debater sobre a transversalidade não é estabelecer uma nova disciplina, e sim explorar temáticas que visem a construção da Cidadania, Ética, Meio Ambiente, Pluralidade Cultural, Saúde, Orientação Sexual, Trabalho e Consumo para orientar a complexidade do real e a necessidade de se considerar a teia de relações entre os seus diferentes e contraditórios aspectos. São temas incorporados ao currículo e que devem receber tratamento didático em todas as disciplinas, com foco no respeito ao estabelecimento, na prática educativa, que encaminhe a relação entre aprender na realidade e da realidade os conhecimentos sistematizados e teóricos, bem como as questões da cotidianidade.

_

Texto e imagens: CECOM/Araquari

Imprimir Imprimir