Menu principal
 

Descarte adequado de canetões: o planeta agradece

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Uma iniciativa de dois estudantes do curso Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio fez os docentes do IFC Araquari ampliarem seus horizontes sobre as possibilidades de reciclagem e reaproveitamento de materiais. Dentro do campusagora, os canetões utilizados durante as aulas serão enviados para  a empresa especializada no material em questão.

Os dois estudantes responsáveis pela ação estão no terceiro ano do ensino médio. Luiz Gustavo Skiba e a Nathaly Eloise Henning entraram em contato com a fabricante do material, propondo que fosse efetuada a logística reversa de todos os canetões utilizados no IFC Araquari. Com a resposta afirmativa da empresa, dois pontos de recolhimento do material foram criados, sendo um próximo à Biblioteca, no Bloco D, e outro na entrada do Bloco E.

A ideia dos estudantes surgiu com as demandas do próprio curso e o olhar dos alunos sobre como os resíduos eram descartados no campus, “percebi que um canetão usado ia para o mesmo lixo que as cascas de banana”, lembrou o estudante Luiz Skiba. Dentre as atividades propostas pelos professores, existe um Projeto de Iniciação Científica Integrada do Curso Técnico em Química (PIC-QUIMI), o intuito inicial era trabalhar com a temática para este projeto. Porém, foi mesmo durante a disciplina de Química Ambiental, e a explicação sobre logística reversa, que a viabilidade da ideia foi realmente percebida e apoiada. A partir de então a estudante Nathaly juntou-se ao projeto, auxiliando também na confecção das caixas para coleta do material.

O que mais chamou a atenção dos estudantes foram os números apresentados sobre questões ambientais, como afirmou Luiz, “Se os canetões são jogados na lixeira normal eles vão ficar em um aterro por centenas de anos, mas se eu mandar alguns e-mails posso conseguir fazer esse plástico ter uma vida útil muito mais longa”.

Estas ações, que despertam a conscientização ambiental, estão cada vez mais presentes em sala de aula. O primeiro lote do material já foi encaminhado para a empresa, no último dia 19 de julho, e o trabalho de recolhimento e envio será constante, com o intuito de que essa material não seja mais um resíduo presente em aterros por milhares de anos.

Logística reversa, o que é?

De acordo com a Lei 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a “logística reversa é instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada”.

Texto: CECOM/Araquari

Imprimir Imprimir